No México, momento atual causará redução no consumo de carne bovina em 2021. Aumento no frango e suínos

Números preliminares mostram que em 2020 o México registrou um consumo per capita de 68,8kg de carne bovina, em 2021 estima-se que será reduzido para 68,1kg por pessoa

Os mexicanos consumirão menos carne em 2021, em relação a 2020, segundo estimativas do Mexican Meat Council (Comecarne), acima de tudo haverá menos ingestão de carne bovina e frios por pessoa.

Números preliminares mostram que em 2020 o México registrou um consumo per capita de 68,8 quilos de carne por ano, em 2021 estima-se que será reduzido para 68,1 quilos por pessoa.

A redução no consumo de carnes ocorrerá principalmente em carnes frias e bovinas, enquanto se espera um aumento no consumo de frangos e suínos.

No Compêndio Estatístico de Comecarne 2021, disse o Conselho explicou que “o efeito da pandemia resultou em uma diminuição global do consumo de -1,4%”, no caso do México, o consumo por pessoa permaneceu em 68,8 quilos de carne por ano, o que o colocou em sexto lugar no ranking mundial.

“Os mexicanos preferem a carne de frango: seu consumo chegou a 4,4 milhões de toneladas, 81% gerado por produtores nacionais. O crescimento da produção em relação a 2019 foi de 2,9%, superior ao do consumo, que fechou com aumento de 1,6% e 34 quilos por pessoa ”, explicou Comecarne.

A previsão é que em 2021 o consumo per capita de frango passe de 34,1 para 34,9 quilos por pessoa; o consumo de carne suína passará de 18,9 quilos para 20,3 quilos; o do gado cairá de 15,1 quilos para 14,8 quilos, enquanto o consumo de carnes frias deverá cair de 7,8 quilos para 7,7 quilos por pessoa.

Fonte: Suinocultura Industrial – Redação com informações de El Universal

abrafrigo

Leave Comment